Make your own free website on Tripod.com

CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

LCE-118 – Química Geral e Inorgânica

Coordenador: Prof. Dr. Arnaldo Antonio Rodella

INFORMAÇÕES GERAIS

 

1. PROGRAMA DA DISCIPLINA - 2O. SEMESTRE DE 2006

 

Aula

Data

Assunto

1a. aula

04/08/2006

SOLUÇÕES AQUOSAS

Ligação química e estrutura da molécula

Pontes de Hidrogênio  

Concentração das soluções

Osmolaridade

Especiação em solução

Balanço de cargas

Balanço de massa

Força iônica

Força iônica e osmolaridade

2a. aula

11/08/2006

ATIVIDADE IÔNICA

Atividade iônica e coeficiente de atividade

3a. aula

18/08/2006

EQUILÍBRIO QUÍMICO

Constante de equilíbrio

Magnitude das constantes de equilíbrio

Dissolução de gases em água – Lei de Henry

Armazenamento de oxigênio pela hemoglobina

4a. aula

25/08/2006

Uso do programa MINTEQ

5a. aula

01/09/2006

1a. Avaliação

Seminário I

-----

08/09/2006

Recesso - SEMANA DA PÁTRIA

6a  aula

15/09/2006

EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

Conceito de Bronsted-Lowry 

Equilíbrio ácido-base na água

Entrega trabalho I

7a. aula

22/09/2006

EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

Força de ácidos e bases – Constantes de ionização

Constantes de equilíbrio de pares conjugados

Soluções de sais

Espécies anfipróticas

Seminário  II

8a. aula

29/09/2006

EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

A questão do HCl no estômago

Conceito de pH - Cálculo do pH de soluções aquosas

Espécies em função do pH

9a. aula

06/10/2006

EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

Distribuição das espécies em soluções de aminoácidos

Sistemas tampão

Sistemas tampão biológicos

-----

13/10/2006

RECESSO – 12 DE OUTUBRO 

10a aula

20/10/2006

2a. Avaliação

Seminário  III

11a. aula

27/10/2006

EQUILÍBRIO DE PRECIPITAÇÃO-DISSOLUÇÃO

Cálculo de Solubilidade

Efeitos sobre a solubilidade

Efeito de íon comum   

Efeito da força iônica  

Efeito de pH

 

03/11/2006

1. Recesso - Finados

12a  aula

10/11/2006

EQUILÍBRIO DE PRECIPITAÇÃO-DISSOLUÇÃO

Efeito da formação de complexos

Condição de precipitação

Sistema carbonato

Supersaturação

Entrega Trabalho 2

13a  aula

17/11/2006

EQUILÍBRIO DE COMPLEXAÇÃO

Pares iônicos

Ligantes

Número de coordenação – Geometria

Seminário IV

14a  aula

24/11/2006

EQUILÍBRIO DE COMPLEXAÇÃO

Estabilidade de complexos

Constante de estabilidade condicional

Complexos naturais

Metais e matéria orgânica – uma relação complexa Seminários V

15a  aula

01/12/2002

EQUILIBRIO DE OXIDAÇÃO REDUÇÃO

Potencial de oxiredução

Efeito de pH no valor de potencial redox

Equilíbrios de oxiredução e precipitação combinados

Potencial de membrana

16a  aula

08/12/2006

3a Avaliação

------

15/12/2006

prazo mÁximo para entrega de notas

 

 

 

2. TRABALHOS

Serão considerados dois trabalhos individuais envolvendo especiação iônica e equilíbrio ácido-base

2.1 TRABALHO 1

ESPECIAÇÃO IÔNICA EM SOLUÇÃO AQUOSA

Programa MINTEQ

Este programa de especiação iônica para soluções aquosas que deverá ser baixado da INTERNET na versão 2.50 em:

 http://www.lwr.kth.se/English/OurSoftware/vminteq/

Os alunos deverão aprender a utilizar o programa no início do curso para aplicá-lo a questões que serão propostas no decorrer do mesmo.

 

1.1  Lista de soluções

Cada aluno deve rodar um programa de especiação para cada solução e preparar um pequeno texto destacando:

-               pH e força iônica da solução

-               Balanço de cargas

-               Concentrações das principais espécies

-               Distribuição percentual das espécies de cada componente

-               Calcular os coeficientes de atividade para espécies iônicas mais relevantes

 

 

Aluno

Soluções

1

Ana Elena Muler

Solução 0,03 mol L-1 K2SO4 e 0,08 mol L-1 CaCl2

Solução 0,05 mol L-1 MgCl2 e 0,06 mol L-1 NH3

2

Ana Sartori Carrijo da Cunha

Solução 0,005 mol L-1 AlCl3 e 0,002 mol L-1 NaNO3

Solução 0,03 mol L-1 SrCl2 e 0,12 mol L-1 NaNO3

3

Anselmo Azevedo dos Santos

Solução 0,04 mol L-1 CdCl2 e 0,008 mol L-1 HCl

Solução 0,005 mol L-1 Mg(NO3)2 e 0,002 mol L-1 MgSO4

4

Bruno Dias da Cruz

Solução 0,03 mol L-1 NaF e 0,02 mol L-1 CaCl2

Solução 0,05 mol L-1 K2CO3 e 0,08 mol L-1 KCl

5

Bruno Weiss

Solução 0,08 mol L-1 NH3 e 0,08 mol L-1 NH4Cl

Solução 0,05 mol L-1 H2SO4 e 0,08 mol L-1 Na2SO4

6

Caio Hamamura

Solução 0,01 mol L-1 Na3PO4 e 0,06 mol L-1 NH4Cl

Solução 0,02 mol L-1 KNO3 e 0,09 mol L-1 HCl

7

Carina Sacco

Solução 0,08 mol L-1 CuCl2 e 0,02 mol L-1 Mg(NO3)2

Solução 0,11 mol L-1 Na2CO3 e 0,08 mol L-1 KCN

8

Fabio Toshiyuki Sato

Solução 0,04 mol L-1 HNO3  e 0,12  mol L-1 ácido acético

Solução 0,02 mol L-1 NH3 e 0,001 mol L-1 KOH

9

Felipe Garbelini Marques

Solução 0,02 mol L-1 Zn(SO4)2 e 0,06 mol L-1 MgCl2

Solução 0,09 mol L-1 NaCN e 0,008 mol L-1 (NH4)2SO4  

10

Felipe Martins Chueri

Solução 0,09 mol L-1 Na2SO4  e 0,02 mol L-1 HNO3

Solução 0,05 mol L-1 Al((NO3)3 e 0,08 mol L-1 KCl

11

Fernando Ribeiro Sujimoto

Solução 0,05 mol L-1 CuSO4 e 0,03 mol L-1 NaCl

Solução 0,05 mol L-1 NH3 e 0,08 mol L-1 NH4Cl

12

Fuvia de Oliveira Biazotto

Solução 0,05 mol L-1 Al((NO3)3 e 0,08 mol L-1 KCl

Solução 0,02 mol L-1 MgSO4 e 0,04 mol L-1 NH4Cl

13

Gabriela Ferreira Martins

Solução 0,02 mol L-1 Pb(NO3)2 e 0,02 mol L-1 KCl

Solução 0,05 mol L-1 H3PO4 e 0,06 mol L-1 Mg(NO3)2

14

Ivan Miletovic Mozol

Solução 0,07 mol L-1 K2SO4   e 0,02 mol L-1 CaCl2

Solução 0,005 mol L-1 NaOH  e 0,08 mol L-1 NaCl

15

Juliana Vasconcelos Mello

Solução 0,05 mol L-1 NaNO3  e 0,12 mol L-1 NH3

Solução 0,008 mol L-1 MnCl2 e 0,004 mol L-1 HCl

16

Lorena Gebara

Solução 0,02 mol L-1 Mg(NO3)2 e 0,001  mol L-1 H2SO4

Solução 0,05 mol L-1 FeCl3 e 0,08 mol L-1 Acetato de Ca

17

Luciana Oharomari

Solução 0,08 mol L-1 CaBr2 e 0,001 mol L-1 MgSO4

Solução 0,001 mol L-1 K3PO4 e 0,002 mol L-1 NaCl

18

Luciana Yukie Matsubara

Solução 0,07 mol L-1 Cd((NO3)2 e 0,05 mol L-1 K2SO4

Solução 0,05 mol L-1 NaCl e 0,01 mol L-1 NaOH

19

Magda Tatiana Gonçalves Lima

Solução 0,02 mol L-1 KCN e 0,01 mol L-1 NH3

Solução 0,04 mol L-1 AlCl3 e 0,08 mol L-1 CaCl

20

Marcela Arnaldo

Solução 0,01 mol L-1 ZnCl2 e 0,08 mol L-1 NiCl2

Solução 0,015 mol L-1 Ba(NO3)2 e 0,06 mol L-1 KCN

21

Mariana Frias de Campos

Solução 0,05 mol L-1 NaF e 0,08 mol L-1 NaCl

Solução 0,08 mol L-1 Al((NO3)3 e 0,02 mol L-1 KCl

22

Myldred Ometto Spinelli

Solução 0,004 mol L-1 HNO3 e 0,10 mol L-1 KNO3

Solução 0,05 mol L-1 Al((NO3)3 e 0,08 mol L-1 KCl

23

Neliton Ricardo Freitas Lara

Solução 0,005 mol L-1 CaSO4 e 0,01 mol L-1 KCl

Solução 0,004 mol L-1 KOH  e 0,01 mol L-1 CaCl2

24

Osmarina Alves Marinho

Solução 0,05 mol L-1 NaF e 0,08 mol L-1 NaCl

Solução 0,08 mol L-1 Al((NO3)3 e 0,02 mol L-1 KCl

25

Pablo Henrique Fernandes Lastra

Solução 0,002 mol L-1 H2SO4 e 0,12 mol L-1 K2SO4

Solução 0,09 mol L-1 MgSO4 e 0,03 mol L-1 Mg(NO3)2

26

Renata Harumi Muniz dos Santos

Solução 0,10 mol L-1 NH4NO3e 0,05 mol L-1 HCl

Solução 0,05 mol L-1 NH3 e 0,08 mol L-1 (NH4)2SO4

27

Sylvia Rodrigues da Silveira

Solução 0,005 mol L-1 CaCO3 e 0,008 mol L-1 Na2SO4

Solução 0,01 mol L-1 NaCl e 0,09 mol L-1 (NH4)2SO4

 

 

 


2.2 TRABALHO  2

DISTRIBUIÇÃO DE ESPÉCIES EM EQUILÍBRIO EM FUNÇÃO DO pH

Cada aluno deverá preparar com auxílio da planilha de cálculo EXCEL um gráfico de distribuição das espécies dos equilíbrios entre pH 0 e 14.

A partir do gráfico obtido o aluno devera identificar o ponto isoelétrico no caso dos aminoácidos e os pontos referentes a soluções tampão e a soluções de espécies anfipróticas no caso dos ácidos.

 

 

Aluno

Nome

pI

pK1
(
α
-COOH)

pK2
(
α
-+NH3)

pKr (R)

Aminoácidos

1

Alanina

6,01

2,35

9,87

 

2

Cisteína

5,05

1,92

10,70

8,18

3

Acido Aspártico

2,85

1,99

9,90

3,90

4

Acido Glutâmico

3,15

2,10

9,47

4,07

5

Fenilalanina

5,49

2,20

9,31

 

6

Glicina

6,06

2,35

9,78

 

7

Histidina

7,60

1,80

9,33

6,04

8

Isoleucina

6,05

2,32

9,76

 

9

Lisina

9,60

2,16

9,06

10,54

10

Leucina

6,01

2,33

9,74

 

11

Metionina

5,74

2,13

9,28

 

12

Asparagina

5,41

2,14

8,72

 

13

Prolina

6,30

1,95

10,64

 

14

Glutamina

5,65

2,17

9,13

 

15

Arginina

10,76

1,82

8,99

12,48

16

Serina

5,68

2,19

9,21

 

17

Treonina

5,60

2,09

9,10

 

18

Valina

6,00

2,39

9,74

 

19

Triptofano

5,89

2,46

9,41

 

20

Tirosina

5,64

2,20

9,21

10,46

Ácidos policarboxílicos

 

 

pKa1

pKa2

pKa3

pKa4

21

Acido fosfórico

2,12

7,21

12,32

 

22

Acido cítrico

3,15

4,77

6,40

 

23

Acido málico

3,40

5,10

 

 

24

EDTA

1,99

2,67

6,16

10,26

25

EGTA

2,00

2,65

8,85

9,46

26

HEDTA

2,51

5,31

9,86

 

27

NTA

1,89

2,49

9,73

 

 

 

EDTA

Sal   dissódico do acido  Etilenodiamina-tetraacetico

EGTA

Ácido  Etilenoglicol-O, O'-bis(2-aminoetil)-N, N, N', N'-tetraacetico

HEDTA

Sal  trissódico do acido  N-(2-Hidroxyetil)etilenodiamina-N, N', N'-triacetico  

NTA

Ácido  Nitrilotriacético

 


3.  SEMINÁRIOS

 

            - Os temas de seminário deverão ser desenvolvidos visando destacar a relevância de conceitos de química para o entendimento das questões abordadas.

            - O material será apresentado na forma escrita de 4 a 6 páginas e será  base de uma apresentação oral.

            - As apresentações serão de 30 minutos com mais 30 min para discussão pela classe.

            - Um aluno do grupo será sorteado para a apresentação oral.

            - Nota do seminário será computada com base no trabalho escrito e a apresentação

            - A nota do seminário entrará no computo da media final do curso.

            - Os temas serão sorteados entre 5 grupos e  serão os seguintes:

 

-                    I - CO2 na atmosfera e corais

-                    II- Eletroforese de aminoácidos

-                    III- Cálculos renais

-                    IV- Micronutrientes para fitoplancton

-                    V- Sideróforos

 

 

4. Avaliação

 

Média das provas: MP

Média de seminário: MS

Média de trabalhos :  MT

 

Media final  :    (MP x 0,7) +  (Ms x 0,2)   +  (MT x 0,1)